Visitantes

Você é o visitante nº:
33014

Busca


Interna  Google

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A HIPNOSE

  • Não é sugestão, a sugestão é um meio pelo qual o terapeuta provoca as articulações especificas do pensamento no paciente.

  • Não é relaxamento, relaxamento é uma das formas de indução para se levar o pensar de um estado cotidiano a um pensar alterado de hipnose, transe ou o próprio relaxamento.

  • Não há necessidade de estados médios e profundos de transe para que ocorra a psicoterapia.

  • Não é sono, pois na hipnose há intensa atividade psíquica onde o pensamento está sendo articulado de forma intensa. Também não é um estado anterior ao sono.

  • Tanto no sonho como no transe há um pensamento intenso, porém no sonho a pessoa está dormindo, no transe ela está acordada com uma maior possibilidade de controle.

  • Não é mágica. Quando há um bom diagnóstico e uma boa intervenção, dependendo da complexidade do problema, o processo terapêutico tende a ser mais curto, sendo o problema resolvido mais rapidamente.

  • A principio todas as pessoas podem ser hipnotizadas, sendo mais difícil nas pessoas que possuem dificuldades de fixação da atenção.

  • Não há risco da pessoa ficar presa no transe e não voltar.

  • A amnésia é uma das formas específicas e possíveis de se articular o pensamento, ocorrendo somente na hipnose e não no transe. Ela pode ser induzida ou espontânea, parcial ou total.

  • A regressão de idade também é outra possível forma de articulação específica do pensamento, e não há perigo da pessoa ficar criança para sempre quando regredida.

( Fonte: Instituto Milton Erickson de São Paulo )